Na reta final do intercâmbio, na própria sala de aula a competitividade pode ajudar a virar a mesa

 

Por Thais Fernandes

 

Estudar, hoje, é coisa para a vida toda. A gente sabe disso e às vezes foge… mas é preciso encarar os desafios! E como neste intercâmbio na África do Sul tem sido um leão por dia, a sala de aula bem que podia ficar mais dinâmica. Pode e ficou. Em três semanas na Interlink School of Languages, uma escola aconchegante aqui de Cidade de Cabo, aprendi algumas formas de colocar em prática o vocabulário e aumentar a vontade de se expressar em inglês.

A unidade foi indicada pela Agência Planeta África que trabalha com intercâmbio em diversas escolas da cidade, além de passeios turísticos, claro. Falamos dos passeios oferecidos pela Planeta em matérias como , dá uma olhada!

Voltando a Interlink, nossa professora sul-africana, a Leandra, costuma encerrar as aulas com games ou atividades em grupo. Uma das minhas colegas da Arábia Saudita disse na primeira semana: “Ah, eu não sou competitiva”. Isso foi antes dos dados rolarem na mesa e ela gritar em desespero: É MINHA VEZ! E estender as mãos, olhos arregalados, me suplicando para jogar também. É nessas horas que a gente conhece as pessoas, risos. Como eu tenho certeza que você tem amigos assim, vou compartilhar aqui alguns dos jogos que aprendi e que você pode treinar em casa também!  Lembre-se, o aprendizado não para nunca. Mas, quem sabe a competitividade não te ajude a se envolver mais com uma nova língua!

 

Estilo Imagem e Ação

Um bom conhecido nosso, o Imagem e Ação é muito parecido com esse game. Na sala de aula, nós contamos o 30 Seconds que tem o tabuleiro real, com cartas, dados e até a ampulheta. Você joga os dados e conforme a casa que cai escolhe uma cor da próxima carta do baralho. Nela, você terá uma série de cinco palavras em inglês e quando estiver pronto o tempo começa a contar e você tem 30 segundos para descreve-las uma a uma e ajudar seu parceiro ou seu time a acertar qual palavra é aquela!

Porém, você pode improvisar em casa e usar até mesmo seu Imagem e Ação em português MAS, CLARO, pensando na palavra em inglês e se expressando para explica-la na mesma língua.

 

Uma palavra em um minuto

Por quanto tempo você conseguiria falar sobre a palavra “mountain”? Pode parecer fácil à primeira vista, mas quando você precisa formular todo um discurso sobre uma palavra tão simplória e em inglês um minuto pode parecer uma eternidade. É assim que esse jogo testa sua habilidade criativa.

 

Zero and first

Mais um joguinho de tabuleiro, mas esse bem fácil de fazer em casa! A professora imprimiu em uma folha comum A4 este jogo e nós utilizamos moedas para representar onde cada um estava. Outra moeda decidia quantas casas a gente poderia avançar. Cara para uma casa e, coroa para andar duas. Quais os desafios? Formular frases usando o que estávamos estudando, no caso o zero and first conditionals. J em cada casinha, havia uma definição de como  frase teria que ser iniciada, e assim o jogador precisaria completa-la usando sua imaginação. Errou? Volta uma casa!

 

Singing together

Cada dia uma surpresa, de repente chegou a professora substituta com um rádio e uma folha com a música Gwen Stefani. E aí que a música, na verdade, era inspirada em uma mais antiga de um pessoal chamado Zero Mostel, que cantava ‘If I were a rich man’ https://www.youtube.com/watch?v=RBHZFYpQ6nc . E a Gewn – sou suspeita pra falar, mas – deu uma sacudida no conceito com a ‘If I were a rich girl’.

Isso tudo para estudarmos Second Condition. “If I was/were…” Para completar a brincadeira, a proposta é que se divida a turma em dois times. Cada um deles tem que se inspirar em uma das letras e escrever sua própria música, pensando em “If I was rich I would…”. Vale cantar também no final, tá?

 

Half a Crossword

Eu sei, meus pais também amam fazer isso nos feriados mais prolongados que o assunto em família. Mas, olha, a palavra cruzada para quem está estudando uma nova língua não é para iniciantes, viu? Conhecimentos gerais em inglês é o desafio da vez! E vale muito a pena chamar os amigos, imprimir duas ou mais folhas e cronometrar. Como sempre, a competição instiga o aprendizado por aqui.

 

 

Prepare os dados, tabuleiros e a cabeça, e bons jogos! Let’s play!

 

Para acompanhar em tempo real, siga o Diário de Bordo no Facebook e no Instagram.

Conheça também as mídias da Planeta África: Facebook e Instagram.

E da Interlink School, em Cape Town: Facebook e Instagram.