Dias mais longos, abafados e úmidos são características do verão. No entanto, isso não impede muitos casais de marcarem a data do casamento para esta época de calor, mesmo sabendo que esta também é a época mais chuvosa do ano.

A cerimonialista Shalimar Catramby, experiente cerimonialista e supervisora da equipe da casa de festas Casuarinas, conta que uma preocupação comum entre os casais que escolhem uma data entre dezembro e março é o conforto próprio e dos convidados. Afinal, o calor pode ser ainda mais incômodo quando não nos preparamos para lidar com ele.

“Nos períodos mais quentes do ano é importante pensar no horário do evento. Geralmente, o calor é menos incômodo até às 11h da manhã e depois das 16h da tarde, por isso é comum que os eventos ocorram nestes horários para que não esteja muito quente durante a cerimônia e a festa”, conta Shalimar.

Oferecer bebidas geladas e outras formas para os convidados se refrescarem, como leques, abanadores e sombrinhas é outra forma de manter o conforto do evento. “Em casamentos no verão pode-se colocar garçons servindo bebidas na entrada da cerimônia, o que nem sempre é comum, mas que pode causar um ótimo impacto”, explica Shalimar.

“Abrir mão dos trajes muito formais, que são mais quentes e pesados, pode ser uma ótima pedida para um casamento durante o verão. Isso possibilita que os próprios noivos planejem usar trajes mais leves, evitando desconfortos desnecessários”, comenta a cerimonialista. Ela também explica que a questão do traje pode ser descrita no convite ou informada pela equipe de RSVP.

Shalimar lembra que, para casamentos durante o verão, deve haver uma preocupação redobrada com a decoração floral. “Flores da época e tropicais tendem a durar muito mais, além de ser opções mais acessíveis. As flores são muito importantes para um casamento, pois contribuem muito com o visual do evento, por isso deve-se dar atenção especial a elas”.

A cerimonialista também lembra que, por ser uma época mais quente, o cardápio deve ser mais leve e as pessoas tendem a beber mais. “No verão acabamos ingerindo mais líquidos e isso deve ser uma preocupação durante o casamento. Disponibilizar mais bebidas e facilitar o acesso a elas pode tornar o evento muito mais agradável”.

Shalimar finaliza lembrando que ambientes externos são sempre uma ótima pedida durante o verão. “Ter espaços ao ar livre pode ser um diferencial, pois é natural estar mais fresco do lado de fora. Por isso, se possível, explore bem o local para criar um ambiente agradável e que torne o casamento inesquecível”.